Campeões!

Escrito por edição em .

Champions

Olímpica

1.

Sérgio Bassi

CVV-CTA

4068

2.

Braucílio Foganholo

Marília

4026

3.

Júlio Alves

APP-Jundiaí

3742


Racing

1.

André Meneghin

Planalto Central

4478

2.

Fabiano Almeida

Planalto Central

4396

3.

Fábio Pimenta

Bebedouro

4075


Open

1.

Henrique Navarro

Bauru

5561

2.

Egon Rehn

Planalto Central

5458

3.

Claudio Schmidt

Rio Claro

5295

 

Copa Sul Americana 

Champions

Racing

1.

Luis Colombero

Argentina

4676

2.

Mauricio Delfabro

Argentina

4639

3.

André Meneghin

Planalto Central

4328

 

 

 

Encerramento e entrega de troféus do 56º Campeonato Brasileiro de Voo a Vela e Copa Sul Americana de Voo a Vela

Escrito por edição em .

 

NAVARRO, MENEGHIN E BASSI SÃO OS NOVOS CAMPEÕES BRASILEIROS.

COLOMBERO LEVA A SUL AMERICANA


O Campeão Brasileiro de Voo a Vela, na categoria Open é Henrique Navarro (Bauru), na Categoria Racing é André Meneghin (Planalto Central) e na categoria Olímpica o título ficou com Sérgio Bassi (CVV-CTA). Já a Copa Sul Americana ficou nas mãos do argentino Luis Colombero.

Navarro e Egon Rehn chegaram ao último dia da competição separados por apenas quatro pontos. Com isso ficou fácil ao piloto de Bauru administrar a vantagem, apesar do dia difícil e da prova "racing", muito veloz.

Sexta-feira (19/09)

Escrito por edição em .

Esta sexta-feira marca o penúltimo dia de provas do 56º Campeonato Brasileiro de Voo a Vela e da Copa Sul Americana de Voo a Vela. A disputa acontece nos céus da região de Formosa-GO.

Esses dois caras das fotos voam no Brasil e já disputaram campeonatos mundiais por aí. Experiência não lhes falta. Nem equipamento e nem vontade de ganhar. Eles disputam ponto a ponto a liderança da categoria Open, onde estão os melhores planadores - e pilotos - do mundo.

O primeiro na foto é Egon Otto Rehn, representante do Aeroclube do Planalto Central que voa uma das máquinas mais modernas da atualidade, o Quintus M. Esse com motor aparecendo. E o outro é Henrique Navarro, do Aeroclube de Bauru e voa Nimbus 4T, outra máquina fantástica e que já mostrou sua eficiência em provas internacionais.

Apenas quatro pontos separam o líder, Navarro - 4.590 pontos - do segundo, Egon - 4.586.

Os dois últimos dias vão decidir essa parada. Quem vai piscar primeiro?

 

 

 

Quinta-feira (18/09)

Escrito por edição em .

 

Chegamos ao quinto dia de competições. A briga, tanto na Copa Sul Americana quanto no Brasileiro, segue muito grande.

Os dias no Planalto Central têm sido muito quentes e as condições de voo excelentes.

Mas as características da região de Formosa fazem com que muita gente boa encontre dificuldades.

Isso garante que o nível técnico das provas seja muito alto, exigindo perícia na pilotagem, conhecimento de meteorologia e muita, muita estratégia por parte dos competidores.

Na categoria Open, dos planadores maiores e com muita gente com experiência internacional, Egon Rehn e Henrique Navarro travam uma luta ponto a ponto pelo primeiro lugar. Enquanto isso gente como Pontes, Blois, Julio Ribeiro e Schimidt vêm andando muito.

O interessante é que as velocidades médias ficam cada vez maiores. E isso mostra que o investimento em equipamentos de ponta, como o Quintus do Egon, o Ventus 2 CM do Schimidt, o Nimbus do Navarro e outras máquinas como o LAK do Blois e o ASH 25 do Julio... todos trazem melhorias para o esporte.

Na turma dos Jantar e Cia as médias também têm sido muito altas e o nível espetacular.

Estamos chegando aos finalmente. Vença quem vencer, quem mais ganhou, certamente foi o voo a vela brasileiro.


E vamos com mais uma sessão de fotos by Marcel Cavilha Juppa.

 

Claudio Blois e seu LAK 17, na chegada de mais uma prova

 


Um Nimbão do Pontes, sendo estacionado com muito cuidado

 


José Eduardo Pontes e Pepe Gresa desembarcam de uma prova

 

Egon Rehn contemplativo em seu fenomenal Quintus M

 

 Profusão de caudas de Nimbus. Em primeiro plano BA, do Pontes e em segundo XX do Junqueira

 


Blois em passagem baixa com o LAK 17 despejando água dos tanques

 


Navarro, em busca de sinal de celular ou transmitindo mais uma vitória???

 


Quintus M de Egon Rehn em passagem baixa com as torneiras abertas

 


Outra passagem radical do Egon, nesta já sem água

 

Redes Sociais